As bizarrices do MET Gala

Moda

Tive certeza que a PANDEMIA deixou o mundo mais louco do que podemos imaginar ao assistir o MET GALA. O evento, que sempre foi uma oportunidade para os estilistas extravasarem a criatividade, debandou para delírios e pouco se viu de algo que merecesse aplausos. O tema era “Na América, um Léxico da Moda.”  Para começar, o dicionário diz que LÉXICO significa o conjunto de vocábulos de uma língua, dispostos em ordem alfabética e com as respectivas significações.
Oi? Ninguém seguiu o tema. Não vi nada em ordem alfabética e pouco entendi se alguém se preocupou com as significações. Mas, tudo bem, a linguagem dos estilistas é complexa mesmo. Havia coisas bonitas, mas serviam apenas de pano de fundo e não mereceram destaque. Muitas fantasias que poderiam ser inseridas como destaques de escolas de samba. Imaginem que sucesso mesmo fez KIM KARDASHIAN (foto acima), como sempre, que resolveu ir de "BURCA". Aliás, ninguém sabe se era ela mesmo. Daquele jeito, fica difícil imaginar ou acreditar. Enfim, achei que o Sambódromo já tem um concorrente nos Estados Unidos.

COMPARTILHE:


Faça seu login e comente essa matéria