As raízes nunca devem ser ignoradas

Reflexão

Concordo plenamente com o filósofo MÁRIO SERGIO CORTELLA quando afirma: “Na vida, devemos manter as raízes e não âncoras. Raiz alimenta, âncora imobiliza.” Mas, é notório que ainda existem pessoas com vergonha de suas origens, das dificuldades vividas e até mesmo de laços sanguíneos com pouca representatividade. Isso é de uma mediocridade sem limites.  Qualquer ser humano que em sua trajetória teve ascensão profissional ganha mais admiração quando relembra o seu caminho de luta.
Existem ainda os que nasceram em berço de ouro, estudaram nas melhores escolas e lutam para ignorar seus privilégios; alguns até menosprezando os pais. Isso prova o quanto o ser humano é complexo. A necessidade de ser MAIOR, de ser o FODÃO, de realçar as suas qualidades, acaba realçando grandes defeitos em certos casos. Não existem conquistas fáceis, existem facilidades para conquistar. Uns aproveitam e outros desperdiçam.
As vitórias, em geral, trazem histórias de momentos de muita obstinação e luta constante. Somos impulsionados pelo desejo de conquistas. Faz parte perder ou ganhar, e em qualquer situação o importante é ter consciência que fizemos o MELHOR. Mas, em hipótese alguma, anular as nossas raízes, indiferente se alguns galhos apodreceram deixando marcas que causam vergonha. Seja você o fruto que orgulha e pode garantir uma boa safra. Imagem de cocoparisienne por Pixabay 

COMPARTILHE:


Faça seu login e comente essa matéria