A novela "prédio da Petrobras"

Economia

Desde que foi construído, o prédio da PETROBRAS, na Reta da Penha, cria polêmicas e hoje funciona com poucas partes ocupadas, segundo ex-funcionários. O terreno onde foi edificado pertence à EMESCAM, ocupa 83,4 mil m2 e já teria sido pago pelo aluguel o valor do terreno na avaliação inicial. Quando feito o contrato, a CEF teria avaliado a área em R$ 34,5 milhões e hoje, segundo pessoas do ramo, estaria na faixa de R$ 200 milhões.
Técnicos garantem que até 2025 a PETROBRAS, persistindo no local, terá pago só de aluguel R$ 1,745 bilhão. E há quem diga que já foi ventilada a possibilidade da compra do Hotel Canto do Sol, prédio abandonado, na tentativa de reduzir o grande prejuízo.
Resta saber como seria o entrave na justiça para cancelamento do contrato. A verdade é que se mexer no fundo, aparecerão “santinhos” envolvidos em corrupção. A conferir. Foto/ Reprodução.

COMPARTILHE:




Faça seu login e comente essa matéria