Prêmio inesperado

Economia

No ano passado, o CITIBANK teve um prejuízo de US$ 500 milhões. É que numa transferência por engano, o banco, que assessora a fabricante de cosméticos REVLON, deveria ter enviado US$ 8 milhões para os credores da empresa e acabou transferindo US$ 900 milhões. E, para grande surpresa, parte dos credores não aceitou devolver o dinheiro, obrigando o caso parar na justiça.
E, pasmem: ela decidiu que eles podiam ficar com a quantia. Como veem, a justiça tem suas falhas em qualquer lugar do mundo. Imagem de 3D Animation Production Company por Pixabay 

COMPARTILHE:




Faça seu login e comente essa matéria