A doação salva vidas

Reflexão

Nos últimos tempos, acho que quase todo mundo teve oportunidade de ver que acumula mais coisas do que necessita para viver. Em contrapartida, a fome se alastra pelo mundo e mata impiedosamente. Esteja certo que o que sobra na sua casa faz falta para outros. Mas, não se culpe por isso. Cada um tem o seu destino e se pagamos impostos, naturalmente o que esperamos é que sejam revertidos em prol da coletividade. Mas, isso também é SONHO.
O que nos resta é agir com o coração e compreensão, doar o que está sem utilidade, doar alimentos antes que eles estraguem e sejam jogados no lixo. A doação é a maneira mais bonita do amor compartilhado. Antigamente, haviam as damas da filantropia, senhoras da alta roda, que preenchiam parte de seu tempo envolvidas em angariar doações junto aos amigos para asilos, instituições de caridade. Ainda existem poucas que trabalham o ano inteiro e no final do ano realizam um BAZAR, como a equipe do Colégio Sacre Couer de Marie. Há também as que se juntam, buscando holofotes e fama. Mas, se doam alguma coisa, vale a pena colaborar.
Importante frisar que não é a quantidade da doação, mas a participação. Neste momento, encontramos pelas ruas, nos sinais, dezenas de pessoas com suas placas pedindo ajuda. O correto é nunca doar dinheiro porque isso leva à comodidade. Doe alimentos, pães, caixas de leite, lata de leite em pó, frutas. DINHEIRO nunca. Muitos usam para saciar o vício de drogas. O último relatório da ONU declarou que 820 milhões de pessoas passam fome no mundo. É um número preocupante. Neste momento, nem se tem noção, mas acredito que já passou de R$ 1 bilhão. Então, faça a sua parte, doe o que puder, proíba jogar alimentos no lixo. Sua ADOÇÃO PODE SALVAR VIDAS. A fome mata muito mais que o vírus, mas não rende votos e nem manchetes de veículos de comunicação. Imagem de wagnercvilela por Pixabay 

COMPARTILHE:
Faça seu login e comente essa matéria