CLASS

 


   
  Esqueci minha senha | Ainda não sou assinante    

CLASS/EDITORIAL

O PODER DO 27

por Jorginho Santos

Embora não seja daquelas pessoas que temem previsões, pois acredito que só DEUS sabe o nosso dia de amanhã, respeito o que os astrólogos e cientistas afirmam. Mas, sem paranoia, sem sofrer antecipadamente. Quando era adolescente, tinha um irmão que gostava de ouvir NELSON GONÇALVES, conhecido como o maior cantor que o Brasil já teve, cantando uma música chamada VERMELHO 27. A letra falava de um jogador inveterado que, durante o tempo em que ganhou milhões, tinha amores, mas nunca teve AMOR.
Enquanto distribuía rios de champanhe, estava rodeado de amigos, mas, todos sumiram quando, fatalmente, uma noite perdeu tudo na mesa de jogo. Com 27 anos, a minha vida teve um salto elevado, pois já era pai, comandava uma família com responsabilidade e comprometimento de dar o melhor de mim. Mas, há algumas controvérsias em relação ao número 27. Na área musical, ele representa muita dor, tristeza e até pode ser considerado como maldito, e já contamos a razão: nomes consagrados como BRIAN JONES, JIMI HENDRIX, JANIS JOPLIN, JIM MORRISON e KURT COLEN morreram em situações trágicas aos 27 anos.
Mas, a revista CLASS e eu, JORGINHO SANTOS, como seu criador e editor, preferimos acreditar na NUMEROLOGIA. Ela diz que o 27 significa uma transição, a passagem para um próximo estágio de vida. Olha que incrível!!! É exatamente isso. Como já dissemos, gastaremos até o último fôlego para manter a edição impressa VIVA, porque ela nos estimula a perpetuar a história da high capixaba como nunca nenhum outro veículo de informação conseguiu. É difícil? Sim, muito difícil! Tanto que todos os outros que tentaram ficaram pelo caminho já há algum tempo.
A numerologia diz também que a combinação dos números 2 e 7 é muito FORTE. Garante que impulsiona à FORTUNA, promove a FELICIDADE e o reconhecimento de TALENTO. Como temos sempre como ideologia abraçar o lado otimista de cada coisa, embarcamos nessa e aguardamos, com fé em DEUS, que assim será. Em meu histórico, também o número 27 trouxe grandes mudanças positivas em minha vida.
Nesta edição, ainda temos entre as melhores matérias o trabalho maravilhoso do arquiteto SÉRGIO PAULO RABELLO, que comemora 20 anos de êxito na CASA COR ES. E, em quase todas, as páginas da CLASS registraram e aplaudiram o talento nato do bem-sucedido profissional. Tudo isso é apenas um registro para falar da nossa posição – que sempre será LUTAR para que venham mais 27 anos, inovando e sendo referência na mídia capixaba. Assim convoco você, caro leitor, a continuar emanando energia positiva. Obrigado! Obrigado! Obrigado!

previsões, pois acredito que só DEUS

sabe o nosso dia de amanhã, respeito o

que os astrólogos e cientistas afirmam.

Mas, sem paranoia, sem sofrer antecipadamente.

Quando era adolescente, tinha

um irmão que gostava de ouvir NELSON GONÇALVES,

conhecido como o maior cantor que o Brasil já teve, cantando

uma música chamada VERMELHO 27. A letra falava

de um jogador inveterado que, durante o tempo em que

ganhou milhões, tinha amores, mas nunca teve AMOR.

Enquanto distribuía rios de champanhe, estava rodeado

de amigos, mas, todos sumiram quando, fatalmente, uma

noite perdeu tudo na mesa de jogo.

Com 27 anos, a minha vida teve um salto elevado, pois

já era pai, comandava uma família com responsabilidade

e comprometimento de dar o melhor de mim. Mas,

há algumas controvérsias em relação ao

número 27. Na área musical, ele representa

muita dor, tristeza e até pode ser considerado

como maldito, e já contamos a razão: nomes

consagrados como BRIAN JONES, JIMI HENDRIX,

JANIS JOPLIN, JIM MORRISON e KURT

COLEN morreram em situações trágicas aos

27 anos.

Mas, a revista CLASS e eu, JORGINHO SANTOS,

como seu criador e editor, preferimos

acreditar na NUMEROLOGIA. Ela diz que o 27

significa uma transição, a passagem para um

próximo estágio de vida. Olha que incrível!!! É exatamente

isso. Como já dissemos, gastaremos até o último fôlego

para manter a edição impressa VIVA, porque ela nos estimula

a perpetuar a história da high capixaba como nunca

nenhum outro veículo de informação conseguiu. É difícil?

Sim, muito difícil! Tanto que todos os outros que tentaram

ficaram pelo caminho já há algum tempo.

A numerologia diz também que a combinação dos números

2 e 7 é muito FORTE. Garante que impulsiona à

FORTUNA, promove a FELICIDADE e o reconhecimento

de TALENTO. Como temos sempre como ideologia abraçar

o lado otimista de cada coisa, embarcamos nessa e

aguardamos, com fé em DEUS, que assim será. Em meu

histórico, também o número 27 trouxe grandes mudanças

positivas em minha vida.

Nesta edição, ainda temos entre as melhores matérias

o trabalho maravilhoso do arquiteto SÉRGIO PAULO RABELLO,

que comemora 20 anos de êxito na

CASA COR ES. E, em quase todas, as páginas

da CLASS registraram e aplaudiram o

talento nato do bem-sucedido profissional.

Tudo isso é apenas um registro para falar da

nossa posição – que sempre será LUTAR para

que venham mais 27 anos, inovando e sendo

referência na mídia capixaba. Assim convoco

você, caro leitor, a continuar emanando energia

positiva. Obrigado! Obrigado! Obrigado!

Jorginho Santos



« VOLTAR

Deixe seu comentário