CLASS

 


   
  Esqueci minha senha | Ainda não sou assinante    

CLASS/EDITORIAL

AMOR SOBRE TODAS AS COISAS

Por Jorginho Santos

A cidade ainda está impactada com o anúncio do fecha­mento do seu mais tradicional jornal. Não deu tempo nem de assistir ao funeral. Morreu sem choro, nem vela, para ressuscitar dentro de uma nova linha editorial e com esperança de sobrevivência, também tão longa, ago­ra batizada no campo digital.
Já existia, mas não era o protagonista. Para uma gera­ção, é como se a avó ou a tia velha mais querida tivesse falecido; para os jovens, um sentimento de indiferença porque nem tinham simpatia. Não sabemos até quan­do suportaremos o desafio, mas entendemos que ain­da teremos um bom tempo neste caminho. Temos um público que sabe da importância do papel, da história documentada, uma vez que, no foco social, não tenham dúvidas, há necessidade de preservar alguns momen­tos importantes. E, no digital, tudo se dilui porque a velocidade da tecnologia elimina tudo.
Como lembrar e mostrar aos filhos, netos, como era a vida, as festas, as comemorações de suas famílias? Os dias importantes de nossa existência, como casa­mentos, os quinze anos dos filhos, as bodas de anos e mais anos da formação daquela família? Nesta edição mesmo, inclusive com ilustração de capa, temos o exemplo mos­trando a linda história de amor dos que­ridos MARIA TERESA e LUIZ BEDRAN. Uma festa linda, que se perpetuará e fará parte da história da família, registrada com carinho e detalhes aqui.
Temos também, em nossas páginas, na FIRST CLASS, mais uma personalidade que construiu com gar­ra e determinação um caminho para o sucesso através de muito trabalho – ARIANE DE OLIVEIRA, que comanda o Centro de Convenções de Vila Velha, com um crescente reconhecimento graças ao padrão de qualidade.
Na moda masculina, que nunca merece destaque de edi­toriais nos veículos especializados, abrimos espaço para que o estilista IVAN AGUILAR e o empresário CESAR SAADE FILHO mostrassem o que há de melhor e a ten­dência para o nosso público.
Como terminamos uma temporada de férias, também constatamos que nunca se viu tantos componentes da high capixaba gozando o período, pelos mais diversos locais do mundo, como em JULHO de 2019. Isso traz uma confirmação que o momento se tornou atrativo para a área de turismo. É notório que as pessoas re­solveram investir mais em entretenimento. Viajar é o maior investimento que qualquer pessoa pode fazer por ela e um bem que ninguém poderá ti­rar.
O mundo está ficando esquisito, as profissões estão sumindo do mapa, a máquina substi­tuindo o homem em quase tudo. E, isso, de uma maneira veloz e impossível de conten­ção. A única coisa que ainda pode melhorar a expectativa de vida é o AMOR SOBRE TO­DAS AS COISAS. Se não for assim, estare­mos entregues ao FIM.



« VOLTAR

Deixe seu comentário