CLASS

 


   
  Esqueci minha senha | Ainda não sou assinante    

CLASS/TORPEDO

A POSSE NA ALES

Comecei 2019 totalmente diferente. Fui ao Palácio Anchieta, no dia 1 de janeiro, ver Renato Casagrande tomar posse e hoje fui prestigiar amigos deputados, e em especial o amigo particular Marcelo Santos, que colocou no peito a quinta faixa como deputado estadual. É a lei que imponho depois de 42 anos de jornalismo: só prestigio quem me prestigia. E nem tem mais conversa. A novidade é que eu não participava de eventos políticos e a partir de agora vou quando tiver vontade ou um amigo solicitar.
As cerimônias de posse são naturalmente tumultuadas – o povo quer ver, se aproximar e demostrar duas coisas: intimidade ou interesse. Mas, cada um sabe de si e eles, então, acostumados a lidar com o povão, sabem como se portar. E como!
A posse foi concorridíssima e num ambiente de tranquilidade, com galerias superlotadas (foto acima) e gente entupindo os corredores. O momento de emoção ficou por conta da Banda da Polícia Militar do ES executando o Hino Nacional. Cada deputado tinha direito a quatro convites para o salão principal, o que, evidentemente, não satisfez. Então, entra o “jeitinho” e o espaço acaba ficando tumultuado.
O cerimonial não estava ativo, pelo menos no fornecer água para a mesa de autoridades. Só colocaram uma vez. Eu presenciei o prefeito de Vitória, com toda educação, perguntar a um grupo uniformizado ao lado do palco: “Alguém de vocês trabalha na casa? É que estou com sede e meu copo já está vazio.”
Os looks chamavam a atenção: o do deputado Luciano Machado era uma espécie de smoking cinza. A deputada Janete de Sá estava num dos melhores dias, num modelo azul e muito bem maquiada.
Angela Mameri vestiu azul-rei para prestigiar o marido, que ocupa pela primeira vez uma cadeira na ALES. Está bem magra e se destacava na plateia. A deputada Raquel Lessa fez a chamada para a diplomação e, depois de dar por encerrada, foi alertada por Erick Musso, o presidente, que havia esquecido dele – o que provocou risos.
O deputado Enivaldo dos Anjos foi o único que não abotoou o paletó (foto acima). Alguém do meu lado disse que era para não machucar a barriga. Fabricio Gandini foi ser diplomado com a filhinha no colo. E o prefeito Luciano Rezende fez questão de descer até o local para abraçá-lo. Uma questão de fidelidade e prova de carinho. A petista Iriny Lopes fez questão de ser diplomada com um vestido longo vermelho.
O mesmo fez a vice-governadora, Jacqueline Moraes, quando o deputado Marcelo Santos foi diplomado (foto acima). Aliás, fui apresentado a ela, que me pareceu simpática e disposta a fazer bem o seu papel. Por lá ainda vi: Flávia Mignoni, a secretária estadual de Comunicação Social; Lenise Loureiro, secretária  estadual de Gestão e Recursos Humanos; Jaldecy Pereira, assessor especial de Comunicação; D. Hilda Cabas, chefe do Cerimonial do Governo, Claudio Vereza, Zezito Maio, des. Sérgio Gama, entre outros.
Saímos antes do término da cerimônia, mas foi suficiente para captar os melhores momentos do evento. Aos deputados diplomados, os nossos votos de um mandato que seja o esperado pelos cidadãos que confiaram em suas pessoas para representá-los. Fotos de Bruno Fritz e JG.

Deputada Janete de Sá

Deputado Enivaldo do Anjos



« VOLTAR

Deixe seu comentário