CLASS

 


   
  Esqueci minha senha | Ainda não sou assinante    

CLASS/TORPEDO

10/09/2018 16:30 pm

SOZINHO NA MULTIDÃO

Dizem que a pior SOLIDÃO é aquela que mesmo cercados de pessoas, nenhuma nos interessa conversar. No momento atual, parece que a única coisa que interessa às pessoas é uma tela de celular. Tornou-se a companheira inseparável. Na semana passada, uma campanha em Nova York chamou a atenção, quando a proposta principal era que as pessoas ficassem um mês sem ter nenhum contato com o seu aparelho. Já existe uma preocupação em resgatar aqueles contatos antigos, da troca de ideias ao vivo, de ouvir a voz, do abraço, do carinho, do toque afetivo.
Na primeira semana, o resultado de adeptos foi muito baixo proporcionalmente, pouco mais de duas mil pessoas, mas provocou em outras regiões a criação do mesmo desafio, até mesmo em algumas famílias que até para dizer que o almoço estava servido usava whatsapp. O importante é lutar contra aquilo que te afasta de tudo, aquilo que te conduz a uma solidão. Sim, porque você fica mudo e surdo para o mundo, e passa a viver dominado por coisas que não merecem tanta atenção. Fuja deste domínio. Aprenda a ter horário também de entrar nas redes sociais. Quando encontrar com AMIGOS, desligue o celular. Faça o mesmo quando estiver reunido com a família. Eles são MUITO mais importantes, e a troca de energia e a sinalização do reconhecimento do VALOR só traz benefícios. BOA TARDE!

NO SÍRIO LIBANÊS
O nosso querido amigo desembargador José Eduardo G. Ribeiro está há quase dois meses em tratamento de saúde no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo. O seu estado infelizmente merece cuidados especiais. Ficaremos na torcida e rezando pelo seu breve restabelecimento.

DE VOLTA
Mônica e José Carlos da Fonseca Filho já preparam a mudança para voltar a residir em Brasília, onde possuem uma belíssima residência, no início de 2019. Zé Carlinhos veio para atuar no governo estadual, pensou em ser candidato, mas desistiu e voltará a atuar na sua carreira diplomática. Melhor opção, sem dúvida.

A POSIÇÃO DE MALTA
O senador Magno Malta vem sendo muito criticado pelo seu comportamento após a facada que o seu colega Jair Bolsonaro recebeu em Juiz de Fora. Em todas as rodas que passo, ouço críticas a postagem do vídeo que ele fez do presidenciável no hospital. Não morro de amores por Magno Malta, mas isso não é privilégio dele, afinal os telejornais de todas as emissoras exibiram o vídeo dele. Se foi uma oportunidade para impulsionar o seu nome em nível nacional e saber aproveitar, duvido que qualquer outro que tivesse a oportunidade não faria o mesmo.  Mas, o maior absurdo é constatar que um hospital permita tal comportamento.

MARINA, MORENA MARINA…
Se o candidato JAIR BOLSONARO sofreu um esfaqueamento, a maldade com a sua concorrente MARINA SILVA, nas redes sociais, foi tão ferina quanto. Diz o seguinte: “Marina Silva também sofre atentado. Acabam de jogar nela um estojo de maquiagem JEQUITI. Ela ‘passa bem’, mas continua feia pra caramba!” Ô gente perversa. Quá… Quá… Quá…

 

 

“UM PÁSSARO SENTADO EM UMA ÁRVORE NUNCA TEM MEDO QUE O GALHO QUEBRE PORQUE SUA CONFIANÇA NÃO ESTÁ NO GALHO, MAS NAS SUAS PRÓPRIAS ASAS.  ACREDITE SEMPRE EM VOCÊ!”

 

 

IGNORANDO A CAMPANHA
É fácil observar a indiferença que a população, no caso aqui no Estado, demonstra em relação à campanha eleitoral. No trânsito, é raríssimo ver algum carro que tenha um adesivo de candidatos. Inclusive, soube por um voluntário na campanha de um candidato a deputado federal que até mesmo familiares se recusam a colocar em seus  automóveis. Esse é o quadro que os políticos brasileiros enfrentam. Eles nunca foram tão rejeitados. Mas, fizeram por merecer, sejamos realistas.

YES, EU QUERO VENDER BANANAS!
O deputado Evair de Melo apresentou o Projeto de Lei 10.737/18 que altera o Artigo 74 da lei n. 12.651/12 – estabelecendo a obrigatoriedade na adoção de medidas que restrinjam a importação de banana in natura de países que não estão munidos de normas, padrões ou legislações ambientais compatíveis com as estabelecidas pela legislação brasileira. A bananicultura é uma das principais atividades econômicas no ES e os produtores vêm sofrendo reflexos da concorrência desleal.

LIMPEZA NA MADRUGADA
Após 30 horas de grande movimento, com o VIRADÃO que aconteceu no Centro Histórico de Vitória, uma equipe de limpeza varou a madrugada retirando 9,5 toneladas de lixo e fazendo a lavagem com água e desinfetante deixando tudo em perfeito estado. Foram utilizados quatro caminhões pipas. Assim que deve ser.

MAL-ESTAR
Agora há pouco, um grande mal-estar no PLENÁRIO da Assembleia Legislativa. Foi quando o deputado GILSINHO LOPES se recusou a fazer o seu discurso, que era sobre o aumento da violência no ES, e parou diante do alvoroço que fazia o seu colega JOSÉ ESMERALDO, que havia acabado de usar o microfone. Mesmo diante da solicitação da deputada JANETE DE SÁ, que presidia a sessão na hora, GILSINHO deu as costas e disse que voltaria em outra oportunidade. Às vésperas de eleições, vocês sabem, os nervos estão à flor da pele.

VANDALISMO CONTINUA
Somente no feriadão, os vândalos roubaram das avenidas e ruas de Vitória um total de 15 grelhas, ou tampos de ferro dos bueiros, colocando a população em risco de acidentes. Cada grelha dessa custa R$ 350 para os cofres públicos. Embora a PMV já tenha recolocado as peças, é preciso que os próprios moradores colaborem na medida do possível, no sentido de vigiar e denunciar esses absurdos. Sabemos que o caminho para melhorar isso é a educação, mas não custa colaborar na vigilância.



« VOLTAR

2 Comentários

  1. Marcos disse:

    Que situação está nosso país.
    Pessoas Roubando Tampas de Boeiro para fazer churrasco em Casa e na Praia.
    E os Políticos.
    Roubando Milhões.
    Esse é o País do Futuro.
    Então Tá.

Deixe seu comentário