CLASS

 


   
  Esqueci minha senha | Ainda não sou assinante    

CLASS/TORPEDO

08/05/2018 16:30 pm

MOEDA DE UM LADO SÓ

O Brasil é um país desorganizado em quase tudo. A começar pela proteção que as leis conferem ao governo e penalizam os empresários sem chance de defesa. Para eles, não há compromisso nenhum em pagar o que devem dentro de um prazo. Compram, usam e pagam o dia que for possível, ou fica no esquecimento.
O cidadão, ao contrário, se não pagar os impostos, no outro dia já tem contra ele juros e correção monetária. Se fazem concursos públicos, cobram taxa de inscrição, anunciam 40 vagas, as pessoas estudam, perdem dias e horas de sono e, mesmo aprovadas, correm o risco de não serem nomeadas caso prescreva o prazo de quatro anos. E não há o que discutir. Ora, se anunciam tantas vagas, qual a razão da não contratação?
O empresário, se contratar alguém e não puder continuar pagando, terá de vender até a mãe para quitar os compromissos com o funcionário, eles podem mandar embora a hora que quiserem para dar lugar a outros que sejam do interesse político de quem estiver no PODER. Diante de tudo isso, esperar o que? É melhor optar por NADA!

VISITA
A jornalista Izabel Aarão (na foto com JG), que há 13 anos reside nos Estados Unidos, esteve ontem em nosso escritório fazendo uma visita de cortesia. Hoje, casada com um italiano, ela reside em New Jersey e me disse que só se arrepende de ter demorado tanto a tomar a decisão de ir embora. Mesmo com toda a loucura do presidente Donald Trump, a qualidade de vida e a segurança nos Estados Unidos não têm comparações. Izabel retorna na quinta-feira porque de lá visitará uma irmã que reside no Canadá. Quem veio com ela também para nos visitar foi a arquiteta Ligia Diniz. Tutti buona gente!

ARTE RELIGIOSA
A partir de amanhã, a Igreja do Colégio do Carmo, que estava fechada para restauração do telhado e do teto, abrirá. O templo é datado de 1682. As obras foram feitas pela Mitra Arquidiocesana de Vitória. As visitas poderão acontecer de quarta a domingo, das 13 às 17 horas. A Capela do Carmo, como é conhecida, mantém imagens barrocas e quadros da Via Crucis em seu interior.

 

“PODE-SE ALCANÇAR A SABEDORIA POR TRÊS CAMINHOS. O PRIMEIRO CAMINHO É O DA MEDITAÇÃO, QUE É O MAIS NOBRE. O SEGUNDO É O DA IMITAÇÃO, QUE É O MAIS FÁCIL E O MENOS SATISFATÓRIO. E O TERCEIRO É O CAMINHO DA EXPERIÊNCIA, QUE É O MAIS DIFÍCIL.” – Confúcio

 

MARINA, A LAVADEIRA
Não entendi a razão de tanto espanto com a notícia que a presidenciável Marina Silva prefere lavar e passar as suas roupas e que utiliza voos da madrugada por serem mais baratos. Acho isso tão comum. Ainda mais ela, que deve ter feito isso durante toda a sua vida.
Talvez não o fizesse em épocas de eleições, quando tinha como vice o milionário José Alencar, que deveria ceder seu aviãozinho particular. No mais, todos nós sabemos que lavanderia no Brasil é algo de luxo. Quer dizer… as que lavam roupa, se é que vocês me entendem.

ESPELHO, ESPELHO MEU… EXISTE ALGUÉM MAIS RICO DO QUE EU?
Em algumas situações, o espelho não responderá. Isso é comum nas pessoas que costumam ver sua fortuna crescer. Eles adoram saber quem vendeu, quem comprou e quem é esse “novo rico”. Faz parte do mundo dos endinheirados aquela disputa que não é privilégio deles, os POBRES também costumam competir a sua pobreza. A de espírito.
Agora, a Mercedes-Benz conseguiu mexer com a vaidade daqueles que já têm tudo e oferecendo um trabalho extra. Ao invés de investimentos em calotas, estofados e sons caríssimos, a nova onda entre os RICOS de verdade é mandar banhar de ouro 24 k seus automóveis da marca. E nessa decisão, ele ganha o tão sonhado atestado de milionário. Afinal, só para fazer essa proeza, ele terá de desbancar US$ 50 mil, ou seja, algo em torno de R$ 200 mil. Isso sem o valor normal do carro. Quem se habilita?

IRRESPONSABILIDADE
Sempre quando acontece uma tragédia, existe o despertar de alguém para os riscos que são deixados de lado para um dia resolver. No caso, o incêndio no Ed. Wilton Paes de Almeida, em São Paulo, obrigou a uma análise de prédios públicos em Vitória. Segundo o SINDIPÚBLICOS, mais de 50 edifícios da capital estão em situação pra lá de precária. Um deles é o Ed. Fábio Ruschi, dos mais conhecidos, atrás do Teatro Glória. Ali foram encontradas inúmeras falhas que em caso de incêndio seria fatal, como foi no caso.



« VOLTAR

Deixe seu comentário