CLASS

 


   
  Esqueci minha senha | Ainda não sou assinante    

CLASS/MODA

MUSEU DA MODA GRAMADO

A gaúcha Milka Wolff construiu com recursos próprios um MUSEU entre GRAMADO e CANELA que nada deve a grandes museus da Europa. Ali, o visitante começa uma aula desde a Pré-História, passando pela Antiguidade, Idade Média, Iluminismo, Renascença, a Era Napoleônica, Belle Époque, Avant Garde, Anos 50, Anos 60, Anos 70, Anos 80, Anos 90, uma homenagem a “Lady Di – A Princesa de Gales” e às grandes divas do cinema. Tudo dentro de uma perfeição, organização e requinte de iluminação perfeita.
Cada vez que ponho “o pé no jato”, aguça o meu saber sobre como os habitantes do local de destino encaram a MODA. Quais as influências e como lidam com suas histórias. Nelas, com certeza, estarão intrínsecas o pensamento do povo e suas classes sociais dominantes, suas crenças e seus hábitos.
Ao chegar “logo ali” em GRAMADO, surpresas belas me tomam por assalto e se transformam em interrogações mis, o pensamento flui… estaria eu no país errado? Será que entrei na má- quina do tempo, como prêmio do “Deus Justo”, e fui parar na Europa de outrora? Será? Logo eu, que vim para GRAMADO no intuito de intoxicar o meu pobre fígado de tanto degustar chocolates e depois pedir discretamente ao Papai Noel (se é que se consegue chegar discretamente perto do bom velhinho, em seu trenó “supersônico”, meio a tantas crianças encantadas) no desfile do NATAL LUZ para que ele interceda junto ao “DEUS JUSTO” e o meu sacrilégio da gula seja perdoado? Não… nada daquilo era sonho!
No meu, em nosso Brasil ainda existe uma cidade que podemos nos orgulhar por sua limpeza, por suas belezas, pela segurança no ir e vir, pelas suas histórias. Tudo isso junto e misturado. Em GRAMADO, os seus inúmeros e próximos PARQUES são na verdade pequenos, mas extraordinários MUSEUS que abastecem o nosso cérebro e enriquecem a nossa alma. Neles, adultos às vezes revivem o mundo encantado da infância enquanto as crianças obtêm sabedoria de adultos se divertindo. Uma maravilha!
Como o nosso chefe GUERREIRO (jorgeclass) tem o dom da memória fotográfica e da escrita, fica com ele o ofício de explanar a viagem, enquanto euzinha me detenho ao MUSEU DA MODA, numa bela viagem. Apertem os cintos!
Numa visão revolucionária e absolutamente única no mundo, o sonho quase impossível da estilista/empresária (vestidos de noivas e habilée) gaúcha MILKA WOLFF de construir e montar um MUSEU DE MODA entre os municípios de GRAMADO e CANELA se tornou real tendo como seu incentivador maior FERNANDO FERREIRA BECKER, o grande amor da sua vida (segundo ela); que, por sua vez, assina um depoimento na revista do MUSEU onde a admiração e respeito são predominantes.
Uma sacada com tamanha expertise que coloca ao alcance dos nossos olhos réplicas de vestuários datados a partir de 4000 anos de histórias e da cultura da MODA. Uma fonte inesgotável não só para jovens estilistas, mas para eternizar na memória de todo mortal que se vislumbra com o belo na MODA, na certeza que nela haverá sempre algo que nos transcende. Amém!!!



« VOLTAR

Deixe seu comentário