CLASS

 


   
  Esqueci minha senha | Ainda não sou assinante    

CLASS/MODA

BABADO FORTE

Por Eliza M. Santos

Inspirados nas roupas ciganas e nas vestes das dançarinas flamencas, cujas têm berço na Andaluzia, na Espanha, os babados dão o que falar, ou melhor, o que usar desde o início da última década, marcando presença nas passarelas em todas as estações. Claro, se adaptando em tecidos, ideias e conceitos. Sua força como tendência está em si, no seu poder comercial.
Com ele, nada é monotonia no mundo da MODA. Que mulher é capaz de dizer que nunca usou babado? O difícil é dizer o que gostamos mais; se o babado estilo romântico ou o babado estilo dramático.
O MAIOR TI-TI-TI
Quem não se lembra do BABADO FORTE provocado com as mangas do vestido de noiva da linda princesa Diana, em 1980? O volume com babado foi o pivô de tanto ti-ti-ti. Alguns podem ter odiado, mas a maioria das mortais e fashionistas BABOU. Tanto que está no livro dos recordes como o vestido de noiva mais copiado. Em 2012, o babado já aparecia mais tímido, em forma enviesada, como PEPUM (basque); que é ideal para disfarçar quadril largo e afinar a cintura.
Toda onda embabadada nas coleções do verão 2016 nas passarelas parisienses, com peças repletas de frufrus, ora remetendo ao estilo lingerie, em suas nuances suaves e transparentes, ora dramáticas, desfilando por salões e tapete vermelho, ditam o babado do momento, a peça desejo que veio para ficar até o sol raiar: o verão. Nesta onda maximalista, qual o segredo do equilíbrio? Para responder só ele: o seu… o nosso espelho e seu “crivo cruel”.



« VOLTAR

Um Comentários

  1. Mirthes disse:

    Amei…Nota 10!

Deixe seu comentário