CLASS

 


   
  Esqueci minha senha | Ainda não sou assinante    

CLASS/MATéRIA

PLACE VENDÔME PARA MILLA

Durante alguns anos, criava e pensava como poderia ser a festa de quinze anos da nossa adorada neta MILLA. Quando ela tinha oito anos, o projeto era bem mais audacioso, mas os tempos mudam e nos obri- gam a pisar no freio e ter consciên- cia do que é possível realizar. O tema JOALHERIA, inédito em festas de debutantes, foi guardado em segredo. Em todas as nossas idas a Paris, observávamos e buscávamos inspiração indo ao local.
O tempo passa tão rápido que nos surpreendeu e saímos em busca da realização. Quem não é milionário precisa fazer contas e tornar realidade sonhos que não se transformem em pesadelos. Assim penso eu. Tivemos parceiros extraordinários, que se esmeraram e se entregaram buscando a perfeição de nossos projetos, e sem eles certamente eu não conseguiria transformar os salões do Itamaraty Hall na Place Vendôme para MILLA. As fotos da noite foram de Arnaldo Peruzo Fotografias, e aqui elas se juntas às de Letícia Guimarães/ NoRock e Junior Carvalho/ONE.
MILLA15 & CO. – Toda festa começa com um convite que tenha a ver com o tema e a proposta a ser alcançada. No caso, a aniversariante deu o sinal quando escolheu o tom de azul Tiffany para predominar em tudo. Dali, Terry e Cid Paulo Leal Jr (leia-se Artekraft) arrebentaram, criando uma réplica da embalagem da famosa joalheria, com detalhes personalizados, no exato tom para embalar o convite. Ficou simplesmente espetacular!
LISTA DE CONVIDADOS – Em qualquer evento, essa é a tarefa mais árdua, mais difícil e, sobretudo, desgastante. Primeiro, que no caso era necessário respeitar a seleção da aniversariante, era uma festa DELA e para ELA. Na sua lista constavam 220 jovens, o que já pode traduzir o predomínio da sua faixa etária. Depois, entre convidados dos pais e familiares, fechou em 330 pessoas. Respeitamos as escolhas e de fato fizemos uma festa como ela sonhou e para com quem ela desejava compartilhar um momento único em sua vida.
PLACE VENDÔME BY ONE – A ONE, do meu amigo Jefferson Neves, entrou em cena assim que nos reunimos e iniciou o trabalho magnífico de produção de um cenário que remetesse os convidados à mais famosa concentração de joalherias do mundo: a Place Vendôme, em Paris.
Um telão com 40 metros de comprimento e seis de altura exibia com perfeição aquele reduto que exala glamour, sofisticação e elegância, além da criação da joalheria Milla15 & Co., com imagens belíssimas coordenadas pelo VJ Dedeko. Tudo através do VIDEO MAPPING, um recurso cada vez mais utilizado por quem deseja transformar qualquer ambiente e nisso a ONE barbariza.
AMBIENTES E DÉCOR BY MAISON ROSÉE – Já na entrada, antes dos salões, sofás em for­ma de “C” foram colocados formando lounges, tendo pisos grifados com marcas como DIOR e CHANEL. Depois, no hall, onde a aniversariante recebia em um modelo curto de renda em tons de azul com franja de cristal, foi colocado um painel da Torre Eiffel à noite. No piso, se repe­tiam nos tapetes as logos das mesmas grifes.
Para fugir dos já cansados painéis de fotos de aniversariantes, uma imensa moldura com a reprodução do convite fazia fundo para a mesa de café e lembranças – brownie de Re­gina Meynard e alfajor da Alfajoteria Brasil - com topiárias duplas de flores em tons de azul e branco e cones de macarrons by Re­gina Meynard. A viagem começava ali, então, baús, malas e puffs com estamparias de pontos turísticos de Paris e Milão complementavam o ambiente, dando um toque de chiqueria pura.
Dali, os convidados entravam no imenso salão, dividido em três partes: a primeira, com mesas para os adultos, que foram revestidas com toalhas sobrepostas em dois tons de azul. No cen­tro, bases de espelhos com mini arranjos em orquídeas dentro de vidros e mini velas acesas, outros com vários mini arranjos, sempre com orquídeas, boca-de-leão, mini rosas e lisi­anthus. Um espetáculo!
Mas, Cássio e Monica Domingues, da Maison Rosée, foram além, muito além disso. No segundo ambiente, a sala de doces – onde cinco mesas es­pelhadas encantavam os convidados. Eram 2.500 doces das craques Le-ninha Moreira e Najla Carone, embalados em forminhas artesanais e maravilhosas de Tereza Servino.
O ponto alto e que chamou mais a atenção de quem curte detalhes foi a co­locação de lustres em cima da mesa, ao invés de pendurados. Todos quatro em forma de Fabergé, aquela preciosidade usada pelos russos para pre­sentear os nobres. Afinal, eles são reconhecidos como joias, e o tema era qual? JOALHERIA! Lindo! Lindo! Lindo! No centro, a obra prima de Regina Meynard, a maior e melhor do Estado quando o assunto é bolo. Ela assinou uma ideia da avó da aniversariante, fazendo o primeiro bolo transparente e iluminado da história. Simplesmente espetacular!
ESPAÇO TEEN – Depois, tinha início o espaço teen, onde a galera podia se es­baldar. Mas, antes, uma mesa gigante só com delícias da gas­tronomia árabe estava à dis­posição dos convidados. E que sucesso!
Nas laterais, dois gigantes cor­ners como as lojas de depar­tamento, com logos da Tiffany, Dior, Chanel e Bvlgari, com as­sentos embaixo. Vale ressaltar que durante toda a noite os pratos eram renovados, quentinhos e deliciosos. Sem falar que os convidados tinham a seu dispor a magní­fica coleção de pratos antigos da minha querida Penha Lima Corrêa.
Na pista de dança, de um lado, um bar onde as bebidas es­tavam à disposição daqueles que tivessem a devida libera­ção, identificada através de uma pulseira; do outro, a escadaria de acrílico, de onde a aniver­sariante sairia para a valsa, e a Photo Cabine No Rock, de Oc­tavio Bastos, sucesso nos mel­hores eventos do Estado e que bombou durante toda a festa.
No palco, na mesa dos DJ´s, um fundo criado pelo DJ Jefferson Neves e sua equipe arrancou os maiores elogios – placas de LED intercaladas com globos es­pelhados, causando um efeito maravilhoso ao serem ilumina­dos. Além de vários jogos de luzes em cima da pista de dança, que também criavam imagens geo­métricas no piso. Um show!
MASK MINDS - Através da ONE, contratamos o show do MASK MINDS, duo de DJ’s mascarados que se apresentam e fazem a ga-lera ir ao delírio. Eles circulam e interagem com os convidados de uma maneira diferenciada, tiram fotos, voltam às picapes, produ­zem um set bem personalizado e realmente se tornam uma grande atração no evento.
Antes da apresentação deles, o comando da pista ficou por conta da craque DJ Jéssica Mallmann, que retornou e não deixou parar de ferver até o final, às 2h30.
O BUFFET – Em festa que tem a minha organização, já existe uma marca registrada: quando os convidados chegam, já encontram na mesa sempre um cou­vert, algo especial para que eles se alimentem e não precisem esperar a passagem dos garçons.
Nessa, a querida Penha sugeriu que colocás­semos algo bem refinado e de acordo com o tema e a própria descobriu baús e CLOCHES dourados. O chef Gustavo Corrêa, do Itama­raty Hall, criou delícias de salmão e salada e o resultado era simplesmente belíssimo e chi­quérrimo. Desculpa, mas bota chiquérrimo nisso (foto acima)!
Aliás, não vou descrever o cardápio, mas foi coroado de elogios e devo dizer que a maioria das delícias foi servida pela primeira vez ali. Ele nos disse que acordava de madrugada e pensa­va em coisas novas. Como agradecer tamanho carinho? Só mesmo com o tradicional OBRIGA­DO! OBRIGADO! OBRIGADO!
Mas, vale registrar um dos pratos inspirado na logo da ARMANI – um folhado servido com uma terrine de pato. Uau!!! Vocês sabem, JG vibra com detalhes, com tudo que é inédito, com gente que cria, e aplaude de pé talentos da nossa terra que assim se comportam.
Por natureza, sou um cidadão muito emotivo. Para que tenham ideia, comecei o choro na primeira prova do vestido no Atelier de Zilda Vieira. Tenho paixão pela minha família e pelos netos faço o impossível. Na se­mana do evento, comecei a me preparar psicologica­mente para não pagar mico. Afinal, a festa tinha mui­tos jovens e a maioria ainda não tem capacidade de entender essas coisas. A própria Milla não quis valsa ensaiada, nada coreografado, e assim dispensou o que hoje é quase obrigatório. Neta de quem é, não poderia ser diferente.
Quando à meia-noite ela surgiu na escadaria, lindís­sima no vestido azul que Zilda Vieira assinou e a avó Eliza bordou, o coração acelerou. Vê-la com o meu filho Josué bailando, tal qual dois apaixonados, viajei no tempo e a vi nos meus braços no dia em que nasceu e me trouxe uma grande felicidade.
Chegou a minha vez de ter a honra de marcar aquela noite. Quando me aproximei e lhe agradeci por existir, por ter vindo ao mundo, só para me trazer alegria, não consegui segurar, foi mais forte e desabei em lágrimas. Ela, carinhosa, alisou a minha face e beijou a minha cabeça. Dali, não vi mais nada, quando me dei conta já ganhava o carinho e atenção da minha esposa, Eliza. Mas, no outro dia, foi quando veio a recompensa de todos os sacrifícios. Sim, faço sempre questão de frisar que nada fazemos sem luta, sem renúncia, mas sem­pre com AMOR. Pois bem, no telefonema no outro dia, quando perguntei:
- E aí filha, como foi?
- Vô, você me deu a noite mais feliz da minha vida!
Então, a missão foi cumprida. Graças a Deus!!! Todo o cerimonial foi assinado pela competente Mike­ly Melo e sua equipe, num trabalho irretocável.



« VOLTAR

Deixe seu comentário